Um sindicato exemplar

Raquel Varela

Jack Heyman, do meu lado direito, de negro, foi como marinheiro mobilizado para o Vietname, recusou-se a embarcar, ficou a organizar nos portos a resistência à guerra. Tornou-se depois estivador, um percurso relativamente comum nos portos. O seu sindicato, dele e de milhares de homens e mulheres foi, que eu tenha conhecimento, o único que fez esta semana uma greve contra o terrorismo supremacista branco nos EUA. Do lado esquerdo o actual presidente, Ed Ferris. O sindicato dos estivadores ILWU conquistou em 1934 a redução do horário de trabalho para 6 horas, sem redução salarial, para combater o desemprego. Na minha mão o cartaz da greve que realizaram no 1º de Maio contra a guerra do Iraque. Chamo a atenção para este facto – não fizeram manifestações, cartas de solidariedade ou discursos, pararam ontem e hoje os portos, perdendo um dia de salário, para lutar contra o que acham que…

Ver o post original 25 mais palavras

Anúncios

Políticas nacionalistas

Raquel Varela

Há diferenças de fundo entre as políticas liberais e proteccionistas mas ambas são políticas nacionalistas. Há um erro científico em associar o liberalismo a internacionalismo, a política liberal de Merkel – expansão de exportações de capitais e máquinas para a periferia e acumulação de superavits – é tão nacionalista como a política de Trump, são políticas distintas a muitos níveis no quadro da economia, e com impactos profundos na política mas ambas são formas de nacionalismo. Na verdade a Alemanha acumulou com esta política de empréstimos um excedente que vai utilizar na próxima crise, quando todas as nações à sua volta entrarão em recessão profunda, com mais ou menos intensidade. Portugal vive a ilusão de anos bons porque há um ciclo expansivo mundial e os cortes reduziram-se (não devolveram, reduziram a intensidade da austeridade) mas isso está ancorado na fase de expansão do ciclo, quando vier a fase de depressão…

Ver o post original 105 mais palavras