Imposto da Geringonça, ele move-se

Raquel Varela

O Governo anunciou um pacote de medidas de combate aos acidentes rodoviários que inclui obrigar as pessoas com mais de 65 anos a novos exames, certificados, registos e outros documentos que implicam sempre o pagamento de taxas. Como a maioria absoluta e relativa dos acidentes são com jovens e não com idosos tal medida não é mais do que imposto sobre pensões e reformas. Na minha rua – empedrada, onde tenho o privilégio de ter uma placa a dizer “limite de 30”, uma excentricidade holandesa a poucos km do centro de Lisboa – às 7 e 40 da manhã passam dezenas de carros a 60 km/h e 80 km/h de jovens atrasados para ir para o trabalho. Moram aqui dezenas de crianças, que a essa hora também vão para a escola, perante a indiferença dos adultos que aceleram. Em Belém, para não incomodar turistas, há um radar com limite…

Ver o post original 178 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s