Do Medo à Esperança

Raquel Varela

«Há crianças que vêem menos sol e ar puro do que os presos. Soubemos esta semana. Estão sós num computador num apartamento. A maior tragédia da história da humanidade, a II Guerra, não teve vitórias, porque quando morrem 60 milhões de pessoas não há vitórias. Mas ensinou-nos como no meio do Apocalipse é possível resistir, ensinou-nos que 3 milhões de alemães foram mortos, presos e perseguidos porque se opuserem ao regime nazi. Meio milhão de franceses entraram nas fileiras da resistência. Ensinou-nos portanto que na maior barbárie há quem resista. Há os que «sucumbem, e os que se salvam». Escrevemos este livro para ajudar a encontrar caminhos contra o medo de hoje. Quem tem medo não compra um cão, constrói uma relação, organiza-se colectivamente, relaciona-se, cuida de, chama os colegas do lugar de trabalho e propões-lhe resistir, tira os filhos da TV, faz amor, em sentido amplo, o amor «faz-se»…

Ver o post original 83 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s