Quem são os Estivadores?

Raquel Varela

Publicado hoje no Público, o meu artigo sobre os estivadores, que acabou por ser também um balanço do sindicalismo e do mercado laboral em Portugal.

“Em 1889, Engels, depois da greve vitoriosa dos estivadores de Londres, comenta com dois dos fundadores históricos da social-democracia, Kautsky e Bernstein: “É o maior evento que aconteceu em Inglaterra desde as Leis da Reforma.” Porque se os mais desorganizados e “desmoralizados trabalhadores do mundo” se organizaram “é porque não devemos desesperar com nenhum sector da classe operária”.

O Sindicato dos Estivadores de Lisboa protagonizou o mais importante conflito laboral depois da crise de 2008, com um efeito de arrastamento para outros sectores sindicais. Apesar disso os media acompanham de forma sofrível os acontecimentos. Por exemplo, há duas décadas que os estivadores não controlam a empresa de trabalho portuário, empresa privada que faz a gestão da força de trabalho no Porto; os estivadores não…

Ver o post original 1.064 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s