Os transportes publicos já são privados

Raquel Varela

Nem TAP, nem Metro, nem Carris, nem CP, nem portos. O Governo, em funções, não reverteu a privatização da TAP, que está a ser usada como plataforma giratória de dívida bancária; está a desmantelar internamente a Carris e o Metro com mudanças estruturais na organização e na deslocalização de trabalhadores; mantém a lei dos portos que permite a concessão privada e o dumping laboral; a CP contínua com a espada na garganta de mais de 80% de receitas para juros bancários. Entretanto garantiu a paz social – o meu doce bizavô César, que viveu 93 anos, tempo para saber com o que se iludir, chamava a estes momentos «estão a dar-me música». Enquanto não tivermos uma política geral de transportes públicos cuja função é transportar pessoas e mercadorias e tivermos uma política de transportes públicos que é de facto um negócio de rendas fixas – na Banca para o…

Ver o post original 115 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s