Movimentos do campo temem retrocesso e aumento da violência em possível governo Temer

Observatório da Sociedade Civil

Fim de programas beneficiários ao MST e uso do exército em situações de conflito agrário são propostas cobradas pela chamada Bancada BBB pelo apoio ao vice

Por Marcela Reis

A Bancada BBB (Boi, Bala e Bíblia), composta por parlamentares evangélicos/as, ruralistas e ligados/as à segurança pública sinalizou, depois da votação da abertura de impeachment na Câmara dos Deputados no dia 17, que em um possível governo de Michel Temer (PMDB-SP) cobrará maior interlocução e apoio a suas pautas conservadoras.

Os/as parlamentares ruralistas, que votaram em peso a favor do processo de impedimento da presidenta Dilma Rousseff, têm o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) como alvo de uma de suas demanda para Temer: o fim de programas de incentivo que beneficiam os/as trabalhadores/as sem-terra.  O posicionamento foi defendido pelo coordenador da Bancada Ruralista Jerônimo Goergen (PP-RS), em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

Para Diego Moreira, membro…

Ver o post original 662 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s