Não são os exames que fazem da escola um lugar segregado

Raquel Varela

Conhecem a velha piada do tipo que está 4 horas a comer e diz que ficou mal disposto porque «comeu a cereja que está em cima do bolo» no final? Somos hábeis a fazer dos pequenos problemas grandes para evitar olhar os grandes, os enormes, que temos pela frente. O exame aos alunos é uma análise, que avalia professores, alunos e sobretudo o Ministério da Educação e o sistema educativo. E o que dizem os nossos exames?

Que metade das crianças do país, metade, não atinge os mínimos a matemática e português, apesar de estarem na escola 8 horas por dia, repito, 8 horas! – horário de trabalho infantil – seguido de explicações e trabalhos para casa – é uma insanidade. Saem de casa às 8, voltam às 7, sempre numa sala de aula, de estudo, de apoio, de academia…, voltam exaustos, não brincaram, e não aprendem os mínimos…

Ver o post original 209 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s