Fúria / Ira

Pessoas's

26

Vem primeiro, antes da razão. Nasce de repente, sem perdão. Irrompe pelo coração adentro e destranca as trancas das emoções que se perdem na fúria do impulso.

Demora a passar, embora funcione como uma bomba. Num segundo o mundo gira à tua volta para, instantes depois, acordar como um estilhaço sem som.

Olhos semicerrados, lábios tensos, narinas abertas. Respiração ofegante, passo agitado e palavras ariscas, prontas a serem cuspidas por uma língua venenosa. E ainda há pouco te adorava.

A fúria é uma diva: faz o que quer, quando quer. Ergue-se espampanante e destrói o ego de quem está à volta. Corrompe relações, quebra laços e desfaz histórias. Acha-se rainha do mundo e teima em não acalmar. Só não percebe o quão vulnerável é: porque se há fúria, também há amor.

Ver o post original

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s