Enxames de gente

A Palavra

Enxames de gente

Os protestos dos estudantes de São Paulo fizeram o governo voltar atrás e derrubaram o secretário de educação. Sem lideranças nem estrutura organizacional, conseguiram seu objetivo. Como isso foi possível? Uma nova ciência explica. Veja nesta reportagem de 2013, feita à luz dos protestos históricos de junho daquele ano.

(superinteressante)
POR Alexandre Versignassi

Um líder de punhos cerrados, discurso inflamado, berrando para uma multidão. Essa era a imagem definidora de qualquer movimento popular. Agora não: “Os protestos parecem sem liderança, fora de controle – um enxame de pequenas causas sem nenhum princípio organizacional”, escreveu o americano Steven Johnson, um escritor especializado em movimentos sociais. Sim, a essa altura você sabe disso de cor e salteado. O que você talvez não saiba é que Johnson não está falando aqui sobre os protestos do Brasil. Nem sobre os da Turquia, o Occupy Wall Street ou a Primavera Árabe. Ele…

Ver o post original 2.379 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s