Volkswagen: o carro sem povo

Raquel Varela

O escândalo recente da falsificação de dispositivos, 11 milhões, que burlavam as emissões, tem outro escândalo tão ou mais grave nele contido, na verdade sem contenção social alguma – a permanente utilização de impostos de todos nós para a “economia verde” em que estas empresas, por meio de insenções, benefícios, e outros malabarismos fiscais recebem milhões para produzir carros “limpos”, quando na verdade a única coisa limpa para um liberal sério era a Volkswagen ser tratada como uma empresa privada igual ao café da esquina, pagar impostos, não receber dinheiro algum, ter inspecções regulares, e o dinheiro público ser usado para uma boa rede de transportes públicos gratuitos e universais, onde os próprios ex-trabalhadores da Volkswagen podiam ir trabalhar – a construir e manter comboios. Até porque com a queda do consumo interno, por via dos cortes de salários e aumentos de impostos, quem pagou a salvação da Volkswagen, nós…

Ver o post original 422 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s