Os Deprimidos do Individualismo

Raquel Varela

Uma grande amiga mudou-se para uma cidade que detesta e disse-me com humor que a sua “relação com as pessoas na cidade era exclusivamente pela via da mercadoria” – o massagista, o médico, o cabeleireiro, e por aí fora, pagava a quem se encontrava. A maioria das pessoas tem muita dificuldade em pensar como vive, em pensar os seus sentimentos e relações, não reflectem sobre como vivem, são raros os que fazem sobre si um veredicto tão duro como a minha amiga – exige muito saber, e segurança, ou, enfrentar o medo das conclusões sobre o rumo da nossa vida. Hoje estamos rodeados de pessoas deprimidas, cansativamente deprimidas, com ou sem diagnóstico médico, arrastam-se, as razões são muitas, deixo aqui uma ideia para reflectir convosco, apenas uma entre muitas – as pessoas são (estão para sermos mais claros) preguiçosas, esmagadas pela inércia e há uma legitimação moral social da preguiça…

Ver o post original 1.290 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s