Banco dos Brics: hora de assumir obrigações pelos direitos humanos, de Caio Borges

Saúde Global

635720363955880402wOpera Mundi – Bloco tem tido sucesso ao questionar a ordem econômica mundial, mas pouco contribui para repensar modelos de desenvolvimento que produzem violações

A 7ª Cúpula dos Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), realizada há uma semana em Ufá, na Rússia, mostrou mais uma vez que o bloco está querendo se provar como muito mais do que uma amálgama de discursos, estatísticas e intenções. Se tomados apenas por seus números, os Brics já valeriam um olhar atento, afinal eles respondem por 30% do território, 43% da população e 21% do PIB (Produto Interno Bruto) globais. E mesmo que o desempenho da economia de seus membros deixe a desejar, o bloco foi responsável por 40% do crescimento econômico mundial em 2014.

A cooperação entre os BRICS cobre atualmente uma variedade de temas, mas sem dúvidas o que se sobressai é a agenda econômica…

Ver o post original 689 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s