FSM: declaração dos movimentos sociais reafirma a importância da pluralidade e o compromisso pela construção de uma agenda comum de enfrentamentos

Brasil no FSM 2015

Em documento preparado pelos movimentos sociais após assembléia de convergência, o lema evidencia a importância da pluralidade, a começar pela necessidade em se pensar o mundo contemporâneo de maneira global e unificada.

*Por Fernanda Ramone, assessora de comunicação da Rebrip

O encerramento da 14ª edição do Fórum Social Mundial acontece hoje, dia 28, em marcha marcada para as 15 horas. Durante os quatro dias do evento e outros dois dedicados exclusivamente ao Fórum de Mídia Livre, militantes de movimentos sociais, sindicais, organizações não governamentais e sociedade civil mais uma vez se reuniram no processo conjunto de refletir e de como incidir na construção de agendas comuns de enfrentamento.

Marcha. Foto: Alex Cardoso, MNCR Marcha. Foto: Alex Cardoso, MNCR

Em documento preparado pelos movimentos sociais após assembleia de convergência, o lema evidencia a importância da pluralidade, a começar pela necessidade em se pensar o mundo contemporâneo de maneira global e unificada. A luta deve ser dos…

Ver o post original 308 mais palavras

Anúncios

Sessão árvore das Memórias VI – Direitos Humanos e Sociodrama

Realizou-se em Peniche a VI sessão das Árvores das Memórias a oficina de museologia social com aplicação da metodologia do sociodrama. O tema proposto pelo grupo relacionou-se com os Direitos Humanos

IMG_0777 Após o aquecimento dos membros da turma de sociologia do 12º ano lançaram-se desafios de debater as questões dos direitos humanos e as suas formas de aplicações.

O grupo escolheu como questões para debater como direitos a Vida, Liberdade, Saúde, Habitação, Educação, Sexualidade, Igualdade, Fraternidade, Religião, Trabalho e salário e a Paz. A partir da listagem de direitos criaram-se três grupos, o azul, o vermelho e o verde. Cada cor correspondia a uma geração de direitos. A partir de cada grupo discutiu-se as razões e os limites do direitos, as questões de deveres que os direitos trazem implícito. As distinção entre as declarações dobre direitos e as práticas do direitos. O desafio geracional de manter os direitos e praticar os deveres a ele associados. O desafio de assumir compromissos públicos e de co decisão. Os desafios dos direitos sociais e das minorias.

No final do debata, nas conclusões falou-se sobre o que a experiência trouxe a cada um. A dramatização ficou, nesta sessão, submergida pela palavra. Há que melhorar as questões sobre o axiodrama.